quinta-feira, 15 de maio de 2014

Objetivo do blog

Olá... me chamo Rafael e a idéia desse blog se deu com objetivo de ajudar outras pessoas que passam por dificuldades parecidas com a que eu e minha filha Raisa passamos a alguns meses atrás, algumas pessoas me apoiaram a desenvolver um espaço contando do nosso dia a dia, pois iria contribuir e muito, sendo assim o blog foi criado e vou tentar relatar o máximo do que acontece no dia a dia de um pai e uma filha de 2 anos e 10 meses que vem crescendo muito dia a dia com as lutas que a vida nos proporciona passar.

37 comentários:

  1. Oi Rafa! Que linda iniciativa! Confesso que chorei ao ler suas palavras... Foi um misto de emoção, saudade... orgulho e alegria... Por ver vocês tao unidos, mas principalmente por vê-lo entregando seu futuro e o Raisinha nas maos de Deus! Pode ter certeza meu querido: Ele e o Deus do impossivel... E estará cuidando de vcs! Te desejo toda felicidade desse mundo! E que você possa dessa maneira contribuir e ajudar outros pais que passam pela mesma situação! Amamos muito vcs!!

    ResponderExcluir
  2. Acompanho você no face Rafa, e fico imaginando a força que você teve que ter. Parabéns pela iniciativa. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Meu querido primo..adorei a idéia...pode ter certeza que estarei sempre acompanhando. Que todas suas dúvidas e inseguranças se transforme em amor.
    Beijuuu no coração!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Ola, achei seu blog pelo do Flavio!!!Estarei acompanhando e sugiro como blogeuira que vc coloque uma barra de seguidores para receber atualziado suas postagens e assim vir acompanhar esse caminho de vcs, que sera lindo com a graça de Deus!!Parabéns pela iniciativa!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliane... td bem? Primeiramente obrigado pela sugestao querida e claro que é válida... gostaria de saber como faço isso... vc como blogueira vai me ajudar muito... Deus te abençoe.

      Excluir
    2. Emocionante demais, nao da para segurar as lagrimas! Bela.iniciativa, belo exemplo! Adorei mesmo! Que Deus abençoa a cada dia mais vcs 2. Bjs

      Excluir
  5. Nossa estou arrepiada dos pés a cabeça! Que ideia linda! Parabéns pela atitude Rafa! Vou acompanhar tudinho por aqui e sempre que conseguir vou compartilhando! Parabéns! Essa guerreirinha terá muito orgulho desse papai dedicado que está sendo!

    ResponderExcluir
  6. Também cheguei aqui pelo blog do Flávio, que comecei a acompanhar recentemente. Não tenho uma história tão peculiar quanto a sua ou a dele, mas também venho contando minhas aventuras de "pai em treinamento" no meu blog. http://virandopai.blogspot.com.br
    Tudo de bom pra você e Raisa, tenho certeza que vão se sair muito bem!

    ResponderExcluir
  7. Nossa Rafa, que iniciativa linda!...não sei nem o que falar... estou acompanhando esse maravilhoso projeto ...Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Muito lindo e emocionante o blog. Parabéns! !

    ResponderExcluir
  9. Adorei... Rafael.. te adicionei no face, mas qro muito poder acompanhar essa trajetória sua e da sua filhinha.... chorei com a postagem do dia das mães... lindo sua demonstração de carinho. Que Deus continue te dando forças... pq como vc mesmo falou cada dia é pior.. mas tem que ser superado.. bjos pra vc e aRaisa

    ResponderExcluir
  10. A sua fé é o maior exemplo que pode deixar para todos nós. Que Jesus permaneça presente em sua vida e desta princesinha, sempre. Penso que ela será grata a vc por esta iniciativa, pois é uma belíssima maneira de eternizar estes momentos que passam tão rápido. Deus te abençoe e a toda família linda!

    ResponderExcluir
  11. Olá Rafael,
    No domingo passado, minha prima contou que leu seu blog e então senti vontade de procurar e ler. Hoje (19/01) li cada post, li todos mesmo. A carência da Raisa, a sua dor e o melhor o seu amor pela mulher que teve e pela filha que a Tati deixou. Fiquei admirada, como a Tati é linda. Até eu fiquei me perguntado: "por que meu Deus?" Mas como você diz em todos os seus posts: "tenha fé em Deus, acredite nele". Ninguém sabe dizer porque a tati se foi, mas eu, depois de ter lido todos os posts posso responder porque você ficou com a Raisa. Que exemplo de pai, que exemplo de marido e de filho. Você se demonstra muito atencioso com as pessoas a sua volta. Como as pessoas deveriam valorizar mais isso não é mesmo? O simples de eu ter pessoas que amam já é motivo de gratidão a Deus. Sabe que tenho uma situação parecida em minha família. Em 2006, minha tia faleceu em um acidente de trânsito e deixou minha prima com 7 anos. Meu tio trabalha nos fina de semana e então as tias e avós se revezavam para ficar com minha prima enquanto meu tio trabalhava. Até q ele conheceu uma mulher com quem se casou e graças a Deus cuida muito bem de minha prima. Hoje minha prima tem 15 anos, ela nunca foi revoltada por não ter mãe, pelo contrário ela é uma menina doce e educada. Fé em Deus Rafael. Ele é contigo. Abraços pra você e pra Raisinha

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Ola... Achei lindo sua atitude... Sua capacidade de dar uma volta pra cima. Talvez vc é um dos únicos q entende minha dor... Tenho 22 anos. Me casei a 10 meses. E vive os melhores meses da minha vida. Perdi meu esposo a um mes no acidente da empresa. E estou gravida de 14 semanas. Ele era minha vida. Tinha a vida perfeita. Agora me vejo desolada sem ele com um bb no meu ventre. Pedindo a Deus q né de forças. E agora vendo sua história. Vi q n sou a única. E pesso q a mesma força q Deus lhe deu. Me proporcione. Parabéns...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora, conheço uma pessoa que passou pela mesma coisa que você. Ela era casada, tinha uma filha de dois anos, descobriu que estava grávida de novo em uma terça-feira, o marido faleceu na sexta, de repente ela se viu sozinha, duas meninas para criar, já se passaram 20 anos. Se você quiser te passo o face dela, acho que ela poderia te ajudar com alguma palavra, pois ela entende sua dor. Beijos e forças.

      Excluir
    2. Obg pela força. ..

      Se quiserem add...

      Face. Email Débora Aline Dias

      Debora_aline_d@yahoo.com.br

      Excluir
    3. Obg pela força. ..

      Se quiserem add...

      Face. Email Débora Aline Dias

      Debora_aline_d@yahoo.com.br

      Excluir
    4. Debora, boa tarde.
      Temos histórias de vida bem parecidas. Fiquei viúva aos 23 anos. Meu filho tinha 3 anos e meio (Hoje com 20 anos) e eu estava grávida de 2 meses e meio da minha filha que hoje tem 16 anos.
      Meu marido sofreu um assalto e foi baleado.
      17 anos se passaram e eu reconstruí a minha vida. Casei novamente e tive outro bebê (hoje com 9 anos). Hoje sou Coach e trabalho com psicologia positiva.
      A vida nos prega peças, nos deixa sem chão, mas em casos como o meu, o seu e do Rafael em que temos um foco, um pontinho de luz para nos reerguer e cuidar, devemos nos considerar pessoas especiais com uma grande missão a cumprir.
      Estava aqui, super emocionada, lendo o blog e vi sua postagem.
      Você vai ficar bem. Momentos de altos e baixos virão, às vezes faltará fôlego, mas seja positiva e não abra mão de ser feliz. É possível!!!

      Excluir
  15. Oi Débora! Passei pela mesma situação que a sua há 4 meses atrás... Meu grande amor me deixou vítima de um acidente automobilístico, também casados apenas 10 meses, o chão some achamos injusto e a palavra porque não nos sai da cabeça...a saudade machuca a cada dia mais. Mais posso te dizer que este bb te dará forças para continuar, eu estava grávida de 7 meses, hoje meu baby está com 2 meses e o motivo pelo qual me levanto todos os dias, o maior presente que meu amor podia ter me deixado. Fica com deus e força pra esse Bebezinho que está em seu ventre nascer com bastante saúde. Se precisar conversar coloco- me a disposição, será bom para nos duas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito difícil. Acredito q só quem passa ou passou saiba a dor. Eo desespero q nos passa. Mil perguntas sugem... Mas Nao ha respostas. Só resta seguir em frente e acostumar com essa dor.

      Vc tbm é uma guerreira. Parabéns.

      Excluir
    2. Muito difícil. Acredito q só quem passa ou passou saiba a dor. Eo desespero q nos passa. Mil perguntas sugem... Mas Nao ha respostas. Só resta seguir em frente e acostumar com essa dor.

      Vc tbm é uma guerreira. Parabéns.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Debora e Ana Paula, boa tarde.
      Temos histórias de vida bem parecidas. Fiquei viúva aos 23 anos. Meu filho tinha 3 anos e meio (Hoje com 20 anos) e eu estava grávida de 2 meses e meio da minha filha que hoje tem 16 anos.
      Meu marido sofreu um assalto e foi baleado.
      17 anos se passaram e eu reconstruí a minha vida. Casei novamente e tive outro bebê (hoje com 9 anos). Hoje sou Coach e trabalho com psicologia positiva.
      A vida nos prega peças, nos deixa sem chão, mas em casos como o meu, o seu e do Rafael em que temos um foco, um pontinho de luz para nos reerguer e cuidar, devemos nos considerar pessoas especiais com uma grande missão a cumprir.
      Estava aqui, super emocionada, lendo o blog e vi sua postagem.
      Vocês ficarão bem. Momentos de altos e baixos virão, às vezes faltará fôlego, mas sejam positivas e não abram mão de serem felizes. É possível!!!

      Excluir
  16. Oi Rafael, acabo de descobrir seu blog e pretendo indicá-lo a meu genro também Rafael.
    Perdemos minha filha há 2 meses com 26 anos. Adoeceu, se operou e morreu em menos de 1 mês.Ela nos deixou um bebê com 2 anos e 4 meses e o Rafael assumiu os cuidados e tem se saído um ótimo pai. À distância, e sem se intrometer demais, a gente vem ajudando. Meu neto tem sido a razão da continuidade dos nossos dias. Com um abraço te parabenizo pela iniciativa e desejo boa sorte na condução dessa missão.

    ResponderExcluir
  17. Recentemente perdi meu esposo brutalmente assassinado por motivo fútil,assim como você tem a Raisa ,eu tenho o Yan que tem sido o meu fortificante a cada dia..Peço a todos aqui oração pois a dor é imensa,dia 10/8 faz 4 meses que essa tragédia aconteceu,eu sei que cada um tem uma missão e a do Marcos(meuesposo) foi realizada,ele era do bem,um bom pai,bom marido e um bom filho,cabe pedir a Deus a aceitação,acho que a forma violenta é muito mais dificil de aceitar..
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  18. Oi Rafa, fiquei muito emocionada com a sua história. Perdi minha mãe também em um acidente automobilístico quando tinha apenas 3 anos e tive de amadurecer mais cedo e imaginava sempre como seria minha vida se estivesse com ela. Mas não foi a vontade de Deus e cresci com o lema de que temos de aceitar aquilo que não se pode modificar. Hoje sou mãe de 2 príncipes e procuro viver com eles intensamente um dia de cada vez dedicando me o máximo para a vida deles. Parabenizo a sua iniciativa e a sua força de mesmo com tamanha dor a dar a volta por cima.

    ResponderExcluir
  19. Oi Rafa, Boa noite! Ao ler suas pastagem me emocionei muito.
    Desejo que Deus abençoe sempre vocês.
    Só consigo falar isso , estou muito emocionada.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Rafa, fiquei muito emocionada com sua história.
    Desejo que Deus abençoe sempre você e sua princesa.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite Rafa, fiquei muito emocionada com sua história.
    Desejo que Deus abençoe sempre você e sua princesa.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. ola rafael amo esse nome pois meu filho se chama rafael enfim sou curitibana meu nome e gisele mae de dois meninos lindo ,atualmente moro em londrina pertinho de vc rsrsr ,me emocionei muito com tua historia alem de tudo e uma historia linda Deus abençoe vc e essa princesa Raisinha tenho certeza que a Tati esta olhando por vcs bjos fiquem com DEus

    ResponderExcluir